Cases - Torre de resfriamento de vinhaça opera há vinte safras na J.Pilon

À direita, torre que opera há 20 anos na J.Pilon e ao centro, unidade fornecida em 2020

Torre de resfriamento de vinhaça opera há vinte safras na J.Pilon

Torre de resfriamento de vinhaça opera há vinte safras na J.Pilon

Cabreúva, SP – Ao longo dos últimos 25 anos, a Tecniplas forneceu mais de 600 torres de resfriamento de vinhaça para as usinas de álcool e açúcar de todo o país. Uma delas, adquirida em 2001 pela J. Pilon, de Cerquilho (SP), opera de forma ininterrupta há vinte safras.

“Mesmo em se tratando de uma aplicação bastante desafiadora, que combina corrosão e alta temperatura, nossas torres suportam muitas safras consecutivas. Com isso, as usinas conseguem recuperar o investimento de forma rápida e segura”, comenta Luís Gustavo Rossi, diretor da Tecniplas.

Além da torre que opera há vinte anos, a J. Pilon conta com mais dois equipamentos do gênero fabricados pela Tecniplas – o mais novo, fornecido em 2020, tem vazão de 250 m³/h e resfria cerca de 5,5 mil m³ de vinhaça por dia.

“Tanto as torres da Tecniplas não causam problemas operacionais que optamos pela compra da terceira unidade”, ressalta Aparecido Bicudo, gerente industrial da usina, lembrando que apenas limpezas e inspeções são feitas durante as entressafras. “Vocês não sabem fazer equipamentos, porque não dá manutenção, não quebra. E, quando precisa de um reparo, parece um Fusca de tão fácil de arrumar”, ele compara.

Competitividade

Com a aquisição de algumas usinas por grandes grupos internacionais e a modernização de players brasileiros, está cada vez mais acirrada a busca pela competitividade. Isso significa campo fértil para as torres de resfriamento de vinhaça feitas de compósitos em PRFV (Plástico Reforçado com Fibras de Vidro).

“Para reduzir os custos e, principalmente, aumentar a produção, as usinas precisam investir em todas as etapas, e o resfriamento da vinhaça é uma fase importante do processo”, analisa do diretor da Tecniplas.

Rossi destaca ainda que todas as torres de resfriamento de vinhaça da empresa são fabricadas de acordo com a norma de segurança NR-12. A Tecniplas produz atualmente três modelos – TRV 3000, TRV 3500 e TRV 4000 –, e o que os difere é basicamente o volume resfriado por hora.